Booking.com

Vassouras no Vale do Café - Paz, história e muito verde


Para começar, você sabe o motivo da cidade se chamar Vassouras? 
O nome da cidade é Vassouras por conta dos muitos
arbustos existentes na localidade, “tupeiçaba” ou “guaxima”, conhecidos como vassourinha, utilizados para a confecção de vassouras. 

Vista do novo mirante

Um pouco de história
Vassouras hoje faz parte do roteiro do Vale do Café, ficou famosa na época do auge do ciclo do café, onde o grão valia ouro. 
Em 1850 ganhou título de maior produtora de café do mundo. Nesta época, mais da metade da população eram escravos!
Ficou conhecida também como a cidade dos Barões! A família mais famosa foi a Teixeira Leite, família de Eufrásia, a mulher que doou seus bens para a escrava e para a cidade antes de partir. Sua casa hoje é o lindo museu Casa da Hera, onde você pode visitar gratuitamente, é ainda super bem conservada e com alguns de seus pertences originais da época.



Nós ficamos apenas um final de semana e fomos super bem acompanhados por um grupo amigos que também curtiram a cidade. 
Recomendo 3 dias inteiros para conhece-la bem.

Rua de árvores lindas e centenárias (Fica atrás da igreja Matriz)

Como chegar?
Vassouras fica há aproximadamente duas horas e meia do Centro do Rio de Janeiro e faz parte do famoso circuito do Vale do café.
Seguimos de carro e é super tranquilo chegar na cidade. Em Mendes, ao lado de Vassouras o GPS "se perdeu" mas nada que uma boa informação local não resolva.
A estrada de modo geral é boa e você passará por um pedágio no valor de R$12,50 (Ida e volta).

*Está gostando das dicas? Curta nossa página no facebook/luanaprazeirescollection, compartilhe esta matéria com seus amigos e assine aí do lado direito da sua tela colocando seu e-mail para receber nossas novidades.*



Pizzaria Liberatta
Onde Comer?
Existem várias opções no Centro, a mais famosa é comer na Rua Broadway, possui vários restaurantes e uma sorveteria boa e barata, gostamos. Dentro do Casario Shopping existem almoços simples com Guaracamp por R$10.
Se seu interesse é uma refeição mais elaborada pode experimentar o restaurante Hipolito (Ao lado da igreja Matriz), não tive tempo de ir, mas tenho recomendações de amigos.
Para nós, amantes de pizza, valeu muito a pena a pizzaria Liberatta que tem vista para a igreja matriz da cidade, muito boa e barata, e o melhor, com mate e suco liberados, o espaço é pequeno mas charmoso, fica dentro do shopping.



O que fazer?
- Passear pelo Centro histórico observando as placas, nomes das ruas, casas antigas e conservadas.

-Visitar a principal e bela igreja da cidade, a 

-Visitar as lojinhas de artesanato local e comprar uma lembrança.

- Andar no trenzinho que passa pelos pontos importantes da cidade. 

- Visite uma fazenda local.

-Parar em um bar da Rua Broadway.

- Conhecer o pequeno shopping da cidade e ouvir música ao vivo na praça de alimentação a noite toda sexta e sábado, gostamos.

- Fotografar no novo mirante de Vassouras onde se vê toda cidade.

- Visitar e fazer uma visita guiada no Museu Casa da Hera, antiga casa dos barões mais famosos da época, que hoje, graças a Eufrásia, se transformou em museu, a visita é gratuita e o espaço é bem bonito.


Muitas famílias e casais ficam na praça em frente a Igreja Matriz sentados na grama conversando.

Vale saber!
Eu imaginei que fosse comum a venda de café local, mas não é! Não encontrei nenhum no Centro da cidade, me decepcionei, pois não trouxe café!
Poucas fazendas ainda fabricam seu próprio café.




Onde ficar?
Ficamos bem no Centro no hotel Mara Palace Hotel para otimizar a viagem, já que tínhamos pouco tempo, porém existem ótimas opções de hotéis um pouco mais afastados como o Vassouras Eco Resort que possui tirolesa, lago com pedalinho e outras atividades.
Clicando nos links acima você pode saber o valor da diária e a localização e se gostar, pode reservar através do nosso blog.

Café da manhã do Mara Palace Hotel

Confira nosso vídeo com o resumo desta viagem ao passado aqui! E não deixe de assinar nosso canal!


Casa da Hera

Até a próxima viajantes!

4 comentários:

Camillo disse...

Cidade histórica, pacata e muito bem conservada. Vale a pena conferir.

Anônimo disse...

Lugar simples e rico em histórias! Adorei. Letícia.

Edmila Rocha disse...

Recomendo para quem quer sair da loucura de uma cidade grande. Lugar de encontro com a paz e a tranquilidade. Maravilhoso texto Lu, dicas simples, porém muito relevantes. Edmila

Lucia Helena disse...

Bem cultural esta cidade, matéria linda ! Bjs