Booking.com

Neve, Terremoto, Réplicas e Tsunami no Chile - Entenda!


Você já teve que decidir se viaja ou não horas antes do seu voo partir por conta de um terremoto de 8,4 graus na escala Richter? Nós sim!

Antes de postar sobre as belezas chilenas, meu primeiro contato com a neve :-) e dar as dicas de tudo que fizemos, resolvi fazer este post explicativo com estes temas assustadores, terremoto, réplicas e tsunami. Deus me livre!

Foi assim...
Tudo estava pago (hotel, aéreo, seguro e todos serviços) e planejado, malas prontas, tudo conforme o protocolo, faltavam cinco horas para sairmos de casa e de repente... 
A programação da TV para e anuncia um forte terremoto no seu destino! Neste caso, Chile!
Simplesmente entramos em desespero pelas pessoas que lá estavam e pela decisão que teríamos que tomar, ir ou não ir?
Para não ficar um "post livro", hehehe, vou resumir.
Decidimos ir viajar pro chile mesmo contra alguns familiares e amigos! É claro que consultamos várias pessoas que lá estavam e descobrimos que o Centro de Santiago não fora atingido.
Graças a Deus, a cia TAM foi pontual, nos acalmou dizendo que estava tudo bem e voo direto Rio X Chile foi maravilhoso, mas o coração estava a mil sem saber o que encontraríamos no Chile pós terremoto!
Foi aí que começou minha busca pelas explicações que resumo aqui para vocês viajantes que estão sujeitos a passar por isso, e espero que não! 
Nós pegamos do dia 17 de setembro ao dia 22 até a hora do voo, nada mais nada menos que 550 réplicas! Confesso que senti balançar 5 vezes, as outras 545 foram imperceptíveis! Ainda bemmmm!!!

Terremoto:  
Termo do Latim “terrae motu” que significa “movimento da terra”. O terremoto é um fenômeno natural caracterizado por um forte tremor de terra resultante de fatores como o encontro de diferentes placas tectônicas (blocos que formam a crosta terrestre), falhas geológicas, ou ainda, atividade vulcânica. Os terremotos são também chamados de abalos sísmicos ou tremores de terra. Um abalo sísmico resulta da dinâmica interna da Terra, e libera rapidamente grandes quantidades de energia e produz ondas elásticas (vibrações) que se propagam por toda a Terra.

Réplicas:
Acontecem após um terremoto de grande magnitude é normal o surgimento de múltiplos tremores de menor intensidade. Esses eventos são chamados de réplicas ou aftershocks e muitas vezes são extremamente intensos, causando danos tão severos quanto o evento principal e acontecem porque a crosta terrestre continua se adaptando na falha, pode ter duração de um ano após o terremoto.

Tsunami ou maremoto:
É uma série de ondas gigantes, que se formam principalmente através de abalos sísmicos. Os tsunamis têm um enorme poder destrutivo, pois ganham muita força quando chegam nas regiões costeiras, formando ondas com mais de 30 metros de altura.
Etimologicamente, tsunami é um termo de origem japonesa, onde tsu significa "porto", e nami "onda", portanto "onda de porto". Os tsunamis se formam quando ocorrem abalos no fundo do mar ou perto do oceano, e acabam gerando uma grande perturbação na água.

Para minha surpresa, espanto e agonia, descobri que eles, os chilenos, simplesmente ignoram as réplicas e até o terremoto! Não é que não ligam, até porque sofrem as consequências, mas estão acostumados e preparados para tal situação, tudo funcionando normalmente, tudo!
Fomos super bem explicados e confortados pelos chilenos, aproveitamos muito a viagem e realmente ir foi a decisão certa, não vimos nada do desastre somente sentimos as réplicas.
Se acontecer com você em qualquer destino, a dica é: Fale com o hotel, cia aérea, receptivos, procure grupos nas redes sociais e se informe muito bem antes de tomar esta decisão!


Nos acompanhe nesta aventura, tenho certeza que irão amar o Chile e colocar no topo da wish list!
Foi uma bela surpresa este destino!
Aguardem!


2 comentários:

Camillo disse...

Até nossa chegada, fiquei muito tenso, mas chegando lá me acalmei.
A viagem foi ótima, a cidade é surpreendente, e fora o dedo quebrado, tudo correu muito bem.

Luana Prazeires Collection disse...

kkkkk verdade!