Booking.com

O que fazer em Conservatória - Carnaval Antigo e fora de época


Cachoeira da Índia

Amamos explorar o Rio de Janeiro, e uma cidadezinha ainda estava de fora da nossa lista de destinos visitados na cidade maravilhosa, Conservatória, no Vale do Café, conhecida como a cidade da Serenata.
Como sabemos que não tem muito o que fazer na cidade, além dos pontos que listo abaixo, aproveitamos a oportunidade e fomos durante um evento que atrai turistas e deixa a cidadezinha bem colorida e alto astral, sei, pois meus pais vão todo ano.
Muitas fantasias da época e também atuais, famílias, idosos, bebês! Levamos Luíza e ela simplesmente amou a bagunça!
O Carnaval Antigo de Conservatória não tem data fixa, geralmente acontece no mês de outubro, em dois finais de semanas seguidos, logo, é preciso ficar de olho para não perder a data e conseguir reservar uma pousada no Centro da cidade para não precisar pegar carro, estacionar e tal. Alguns grupos fecham pousadas quase um ano antes!
Caso não consiga reservar no centro, pode ficar nas cidades vizinhas sem problema algum. De Ipiabas, por exemplo, são 20min. de carro numa estrada boa. Ipiabas é vizinha e faz parte do Vale do Café, também conhecemos.


Parada na locomotiva 206 antes de curtir o Carnaval Antigo

Como chegar?
Do Rio para Conservatória são duas horas e meia aproximadamente, a estrada é boa, só seguir pela Via Dutra e entrar em Piraí.
O visual é bem bonito após entrar na área do Vale do Café. Ah, existe um pedágio na ida e um na volta de R$15,20 para carros. No total são 145km do Rio até Conservatória.
O google maps funciona bem!



Quanto tempo ficar?
Em um final de semana você consegue conhecer os principais pontos!
Ficamos 3 dias e foi suficiente!
É claro que se for durante um evento visitar e fotografar fica um pouco mais difícil e se perde mais tempo, pra fotografar na cachoeira da Índia e na locomotiva no sábado do evento por exemplo, os turistas precisavam entrar numa fila. Ainda bem que fomos na sexta-feira e pegamos a cidade ainda vazia.

Alimentação
As ruas do Centro oferecem boas opções por até R$30, mas se está de carro e com tempo, pode explorar as ruazinhas e encontrar pensões de comida caseira por até R$15 - 18, sem balança.

Um restaurante famoso e bem charmoso é o Bistrô do Poeta. Com opções interessantes com nomes de poetas e cantores famosos brasileiros.

Na Igreja Matriz de Santo Antônio, fica bem no centrinho, e é um dos pontos que vale conhecer, é servido um almoço bem bom a preço popular nos finais de semana, vale conferir o menu do dia e economizar uma "graninha", além de ajudar nas obras para preservação da mesma.

Compras/Comércio
São várias lojinhas, você encontrará camisas, imas, canecas, chaveiros, e artesanato local. Também encontrará geleias, bolos, doces, cachaças, licores, tudo feito com produtos locais e existem outros itens para presentear ou levar de lembrança.
Existem mercadinhos, padarias, farmácias e caixa eletrônico em caso de emergência. Posto de gasolina só vimos um, abasteça antes para garantir.

Onde se hospedar?
Como já comentei acima, a melhor opção é ficar no centrinho ou nos arredores, mas se não conseguir, pode se hospedar na cidade vizinha, Ipiabas.
Neste link AQUI as opções, veja as fotos, comentários, localização e não terá surpresas, é fácil reservar e bem seguro!
 
Começando a festa, 17h, horário que todos começam a chegar fantasiados


Uma curiosidade do Carnaval Antigo, é que as atrações acabam às 00:00 para garantir a ordem, algumas pessoas continuam nas ruas, mas a maioria voltam para suas pousadas com interesse de curtir as apresentações gratuitas logo pela manhã.





Jantamos no Bistrô do Poeta, que fica na rua principal de Conservatória. Bem servido, mas a música foi o prato principal. Uma dupla de senhores que só tocava rock! 



Pontos turísticos em Conservatória - RJ
O que fazer?

1-Assistir uma das apresentações gratuitas de Serenata e chorinho no centro da cidade, acontecem sextas e sábados e a solarata aos domingos. Pergunte sobre a programação das atrações musicais gratuitas ao ar livre, assim que chegar, para não perder esta parte cultural que sobrevive a anos.


2-Observação da fauna e flora local. Que sorte a nossa, na janela da pousada encontramos um Tucano, lindo, solto, livre! Que presente! Quem nos acompanha no Instagram @luanaprazeirescollection viu, pois conseguimos filmar o momento que ele voou para uma bananeira. Vai lá, nos siga e pegue todas as dicas e acompanhe as viagens em tempo real.

3-Fotografar no trilho da Locomotiva 206

A locomotiva é ponto certo dos turistas! Símbolo da região do Vale do café, a maria fumaça carrega a história dos bons tempos de safra. Fica em frente a rodoviária, você verá logo logo! Não tem erro!

4-Passar pelo Túnel que Chora
O túnel é pequeno mas um tanto assustador, atravessei de carro a noite e visitei a pé pela manhã. Não se preocupe, você não irá se molhar.
Fica também a poucos passos do centrinho.

5- Visitar e fotografar a Cachoeira da Índia, nós visitamos a cachoeira que podia ser bem mais aproveitada turisticamente. A obra é bem bonita, representa ARARIS, a tribo de índios que vivia no local desde 1789.
Vale fotografar ao lado da obra feita pela artista plástica mineira Vilma Noel. Gratuito. A cachoeira não está tão limpa quanto antes, mas não deixe de ir. Existe um restaurante ao lado.  Fica no Balneário Municipal João Raposo em Conservatória, próximo a cachaçaria que aqui citamos.

6- Visitar a loja de chocolate Zermatt, chocolate suave, preço bom e muitas variedades, a loja é uma graça e você pode ter a sorte de assistir um show quase particular de piano.

7- Visitar e degustar as cachaças, caldo de cana e rapaduras da Cachaçaria Vilarejo, fica ao lado da cachoeira da índia. Amei o caldo de cana local, as rapaduras são ótimas, e a loja é linda! Preços bons!


8- Fazer trilhas, desta vez não fizemos, primeiro motivo é que Luíza ainda é bem pequena e caminhar com ela no colo não seria legal e nem seguro, o segundo é que fomos pra curtir o Carnaval.

9- Assistir um show da artista Juliana Maia. Informe-se na cidade!
Vale muito a pena assistir o show da artista no Teatro Sonora, artista completa, no show ela apresenta um tributo as cantoras de rádio, Carmem Miranda e outros. O teatro fica bem no centro, na Rua Luiz de Almeida Pinto, 46.
Repare que bem em frente ao teatro existe a calçada da fama de Conservatória, com assinatura de poetas/cantores brasileiros e locais.

10- Fotografar no monumento ao seresteiro, na Rua do Lazer, com seus banquinhos onde de pode ouvir boa música.

11- Conhecer as cachoeiras da região. Dezenas delas oferecem opções variadas de diversão, como a Cachoeira do Véu da Noiva, onde se pode escalar o paredão, a Cachoeira de São Fernando, localizada na fazenda de mesmo nome, com praia e onde fica a antiga hidrelétrica construída em 1926, ou a Cachoeira de São Bento, com 35 metros de queda d´água.

12- Visitar uma fazenda local com café colonial e sarau. 
Indicamos o Hotel Fazenda Florença para esta experiência sarau com café.


Visitando o Túnel que chora

Curiosidade do Destino 

Discos voadores? Sim! Conservatória é atualmente considerada um dos principais pontos de observação de ovnis, sendo inclusive realizados lá congressos e festivais de filmes de ufologia.


Obrigada papai e mamãe por serem meus guias desta vez! Amei!

Quer Viajar? 
Clique nos links abaixo e veja as promoções dos nossos parceiros!
Hospedagem (Hotel, pousada, casa, albergue/hostel, apartamento): Booking
Pacotes de viagens em até 12x sem juros e hotéis: HURB
Passeios e ingressos: Touron
Seguro viagem: Seguros Promo
Aluguel de carro: Rent Cars



5 comentários:

Leticia Prazeires disse...

Que post legal!
Cada fantasia linda, vou me programar para ano que vem curtir o carnaval lá, parece muito organizado! Amei!

Anônimo disse...

Cidadezinha acolhedora, carnaval antigo , sem medo de ser feliz.com neta , marido e filha! Maravilhoso

Luana Prazeires Collection disse...

Vai sim! Irá amar!

Luana Prazeires Collection disse...

Muito bom! Vamos voltar com certeza!

Unknown disse...

Nossa que legal... vou me programar para 2019!!!